---------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------

Primeira crítica de "As Vantagens de Ser Invisível"

O site americano The Young Folks divulgou a primeira crítica de "As Vantagens de Ser Invisível". Confira a crítica traduzida pelo Emma Watson Brasil abaixo:

Crítica: As Vantagens de Ser Invisível
The Young FolksGabrielle Bondi 
Tradução: Emma Watson Brasil - Sarah Laís

As Vantagens de Ser Invisível tem sido a amostra de Jovem Livro Adulto durante a década passada. Eu primeiramente li no começo do meu segundo ano do ensino médio. Aos quinze anos de idade, eu me conectei com Charlie e seus amigos em tantos níveis. Isso significa muito para mim desde então. Quando eu ouvi a um ou dois anos que Stephen Chbosky estava adaptando seu romance para filme, eu fiquei animada e hesitante. Eu estava feliz que Chbosky estava tomando as rédeas neste filme. Quem melhor que o autor para adaptar seu próprio livro para filme? Ainda, eu não estava familiarizada ao todo com Chbosky como um cineasta. Poderia ele fazer Perks um ótimo filme como o livro é? A resposta é um redundante e absoluto sim. As Vantagens de Ser Invisível é indubitavelmente um dos melhores filmes do ano e também pode ser facilmente considerado um dos melhores dramas teen da década passada.


Se você não leu Perks (e você deveria definitivamente entrar nisso), é a história de Charlie (Logan Lerman) no seu começo do primeiro ano do ensino médio. Charlie é esperto, quieto e não tem amigo algum. Sua família na ponta dos pés ao seu redor, perguntando vagamente se ele está bem. Ele está esperançoso que o ensino médio mudará coisas para ela socialmente. Mas, depois de um primeiro dia difícil, ele não está vendo muito bem. Não até que ele começa a conversar com o sênior Patrick (Ezra Miller) e conhece sua meia irmã Sam (Emma Watson) e ele finalmente encontra um lugar onde pertence. A partir daí, você vê Charlie fazer novas amizades, experiências e os altos e baixos de ser um colegial.

Sobretudo todas as coisas, o que eu amo sobre o filme é ter as mesmas coisas que amo sobre o livro. Isso é tão raro por que não é muitas vezes onde o filme consegue encapsular completamente a essência do livro. Não há dúvidas que o filme faz isso. Agora, isso não quer dizer que é exatamente como o livro. Há partes grandes e pequenas que foram deixadas de fora ou reorganizadas para fazer a história mais coerente e fascinante na tela. Chbosky fez um magistral trabalho no roteiro. Ele balanceou os momentos muito emocionais com leveza bem humorada, um claro e realista reflexo de como a vida é. Toda a audiência será capaz se relacionar com a história de um jeito ou de outro.

Logan Lerman é brilhante como Charlie. Eu estava aturdida pela atuação de Logan durante os momentos vulneráveis de Charlie em uma cena em particular. O resto do elenco fez um fenomenal trabalho também. Emma Watson finalmente provou si mesma fora dos filmes Potter. Ela fez Sam com o coração, e a química entre ela e Logan é tão doce e genuína. Ezra Miller é hilário e perfeito como Patrick. Apesar de todas as piadas engraçadas, ele acaba sendo mais que um alívio cômico. Mae Whitman, Nina Dobrev, Paul Rudd, Dylan McDermott e Joan Cusack também estrelam o filme e fazem grandes impressões.

Eu sinceramente espero que As Vantagens de Ser Invisível tenha a atenção que merece. Quando você tem uma ótima história e traz a vida com performances maravilhosas, é difícil de ver isso não sendo notado. Do que vi até agora, considero o candidato da temporada para premiações. Mesmo que não ganhe prêmio algum, eu estarei satisfeita com o fato de Chbosky ter trazidos seu clássico romance teen para vida com tanto coração e talento que o filme em si vai virar um clássico também.

Classificação: 10/10

O filme estreia dia 27 de Setembro nos EUA e dia 02 de Novembro no Brasil.

Postar um comentário