---------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------

Rupert Grint fala sobre seus novos trabalhos em nova entrevista

O ator Rupert Grint (Rony Weasley), concedeu uma entrevista ao site SnitchSeeker onde ele falou sobre seus próximos projetos e Parques de Harry Potter. Confira a entrevista abaixo:

RUPERT GRINT
Rupert para Snitch
SnitchSeeker
11 de julho de 2012
Tradução: Juliana Torres | Potterish

Rupert Grint tem ficado com a agenda lotada, em 2012. Ele começou com The Necessary Death of Charlie Coutryman com Shia LeBouef, nesse outono, e irá trabalhar junto com Randall Miller e Jody Savin nas biografias CBGB e The Drummer, baseados no famoso club punk nova-iorquino e na vida do Beach Boy Dennis Wilson, respectivamente.

SnitchSeeker falou com Rupert, que está atualmente na Savannah terminando sua primeira representação americana para as tela, como Cheetah Chrome do The Dead Boys no CBGB, nessa quarta. Na biografia também estrelam Alan Rickman como o dono do clube Hilly Kristal, junto com Malin Akerman, Ashley Greene e Justin Bartha.

Rupert se abriu um pouco sobre o porquê de ter aceitado o papel de Chrome no CBGB, Stan Shapiro no The Drummer, e como rapidamente ele aceitou participar do projeto ‘Charlie Countryman’. Rupert foi vago sobre seus projetos futuros, mas definitivamente está procurando entre muitos outros papéis além dos que ele já confirmou para esse ano.

Claro, Rupert comentou sobre sua vida em Harry Potter, apesar de ter ficado surpreso no momento em que as novidades do parque temático O Mundo Mágico de Harry Potter foram mencionadas a ele, aqueles que ainda vão ser construídos nos parques da Universal do Japão e de Los Angeles. Tudo isso, e o que ele pensou sobre os elogios de J.K. Rowling ao seu talento como ator, estão na entrevista lançada pela Warner Bros. hoje, pode ser lido abaixo.

SnitchSeeker: Como é o tempo aí embaixo (na Savannah)?

Rupert Grint: É bem quente. E úmido.

SnitchSeeker: Esse [CBGB] é o seu primeiro filme americano. Fale sobre a experiência.

Rupert: Na verdade, ele tem sido ótimo. O primeiro que trabalhei na América e tocando para americanos – duas primeiras vezes nesse filme. Estou aprendendo muito. É divertido. Estou realmente aprendendo muito. Trabalhar com o Alan de novo é ótimo, e é ótimo vê-lo num papel completamente diferente. É divertido.

SnitchSeeker: Por que você aceitou o papel no CBGB?

Rupert: Toda essa coisa punk sempre me inspirou. Eu amo a música, as roupas e todo o estilo, eu sempre amei isso. Eu realmente não sei muito sobre o clube CBGB. Realmente não sei muito sobre ele, mas estou me preparando para isso, eu fiz uma pesquisa e li sobre ele e é extraordinário. Foi ótimo.

SnitchSeeker: Como você se preparou para interpretar Cheetah [Chrome]?

Rupert: Isso também é algo que é novo para mim: interpretar alguém que ainda está vivo. Nós tivemos que assistir a trailers. É muito estranho. Coloca um pouco de pressão em você porque você quer fazer isso certo e fazer jus a ele. Em algum momento, eu assisti a todos os vídeos dele e tem uma ótima entrevista com eles. Eu assisti a elas várias vezes.

SnitchSeeker: Você chegou a conhecê-lo?

Rupert: Sim, ele esteve no set algumas vezes. Ele é um ótimo cara. É ótimo tê-lo no set contando histórias. No começo, eu estava bem nervoso para conhecê-lo, mas foi divertido. E ele é feliz, é tão legal.

SnitchSeeker: Você se sentiu mais confortável trabalhando com um rosto amigo, como Alan Rickman?

Rupert: Sim, essa foi outra coisa que realmente me fez querer fazer isso, ter uma chance de trabalhar com o Alan de novo, porque ele sempre foi um dos meus favoritos quando eu trabalhava com ele no Potter. Ele tinha uma presença incrível e era sempre muito legal e foi ótimo trabalhar com ele. Eu achei que fosse ser divertido trabalhar com ele novamente num ambiente completamente diferente. E foi divertido.

SnitchSeeker: Como é ter que fazer o sotaque americano um pro outro?

Rupert: (risos) É bom. Comigo, é fácil porque Cheetah costumava brincar e tal, e balbuciava muito. Eu posso esconder qualquer imperfeição americana só balbuciando.

SnitchSeeker: Eu preciso de uma amostra. Você pode me dar uma amostra do seu sotaque americano?

Rupert: Eu posso dizer que eu tenho assistido a esse vídeo constantemente. Quando estou no set, eu sempre aparecia e assistia a ele e tentava imitá-lo. Hm… Eu estou tentando lembrar a minha fala. Eu acho melhor ser uma surpresa. Eu acho que você deve esperar.

SnitchSeeker: As mesmas pessoas que estão fazendo o CBGB estão fazendo o The Drummer. Isso teve alguma coisa a ver com você aceitando o papel em CBGB, já que você pegou o do The Drummer primeiro?

Rupert: Sim, eu conheci Randy [Miller, director] e Jody [Savin, roteirista] originalmente para o papel no The Drummer, que supostamente seria o primeiro. Eu já sabia do filme sobre o CBGB, eles me avisaram sobre ele, e sobre Cheetah Chrome. Eu sempre estive nos dois, mas numa ordem diferente. Eles são ótimos, eu realmente gosto do Randy e do Jody. Eles são muito legais pra se trabalhar. Eu estou ansioso pelo The Drummer. Deve ser divertido também.

SnitchSeeker: Então você planejou por meses que você faria os dois filmes?
Rupert: The Drummer supostamente seria o primeiro e esse [CBGB] estaria muito distante na fila.

SnitchSeeker: Você está feliz em tentar seu acento americano primeiro nesse?
Rupert: Sim, foi bom testar nesse primeiro, eu acho. Foi como uma brincadeira fazer nesse primeiro.

SnitchSeeker: Por que você pegou o papel no The Drummer?

Rupert: Eu realmente gostei do roteiro. Era uma história muito interessante, Dennis Wilson. Eu sou um fã dos Beach Boys, também. É um personagem bem diferente. Foi algo que me atraiu.

SnitchSeeker: O que em particular sobre o personagem você gostou, ou que você está ansioso para interpretar?

Rupert: Eu acho que ele é um personagem bem vulnerável. Tem uma cena muito legal dele e do Dennis. Todos ao redor do meu personagem estão nessa neblina gerada pelas drogas e ele está limpo, é uma pessoa inocente. Vai ser legal fazer essa.

SnitchSeeker: E esse é o total oposto do Cheetah Chrome.

Rupert: Sim (risos). Definitivamente.

SnitchSeeker: Você pode me contar algo sobre The Necessary Death of Charlie Countryman? Por que isso saiu do nada? Você pode falar sobre o filme e sobre seu personagem nele?

Rupert: Sim, isso foi muito legal. Foi muito rápido, o que aconteceu. Ele simplesmente surgiu, fui direto pra Romênia. Deveria ser novamente uma história gerada por drogas sobre a vida do personagem de Shia La Beouf, que perde a mãe e ela diz para ele nessa alucinação esquisita que ele deve ir para Bucareste para se encontrar. Então ele vai para Bucareste e quando ele entra no albergue, ele conhece meu personagem, Carl, e Luke, que é interpretado por James Buckley, e nós o levamos para sair. Nós saímos e usamos drogas e eu tenho tipo uma situação médica.

SnitchSeeker: Sério?

Rupert: Sim, mas eu não quero entregar muita coisa. É um papel meio chocante.

SnitchSeeker: Esse é outro papel americano ou britânico?

Rupert: Não, eu sou britânico nesse. Novamente, é um personagem muito difícil.

SnitchSeeker: Você vai ter um ano cheio. Mais alguma coisa na fila? Eu estou olhando a sua página no IMDB agora e tem algo chamado Enemy of Man. Você sabe algo sobre isso?
Rupert: Sim, isso vai acontecer no final do ano, ou mais tarde no futuro. É uma adaptação de MacBeth. Vai ser divertido tentar um pouco de Shakespeare.

SnitchSeeker: Você já leu o roteiro?

Rupert: Sim, e é bem fiel ao Shakespeare. É um período, meio que uma versão épica com cavalos e a Escócia. Eu acho que vai ser muito legal.

SnitchSeeker: Você pode me contar mais sobre seu papel como Rosse?

Rupert: Ele está em desenvolvimento, mas é um papel legal. Eu tenho que montar um cavalo, e vai ser bem sanguinolento. Um filme sanguinolento, estou ansioso.

SnitchSeeker: Posso te perguntar sobre Eddie the Eagle? O que seria isso?
Rupert: Eu tenho fé nisso. Agora já faz um tempo, mas demora mesmo para deixar tudo em ordem. O roteiro vive mudando, as pessoas ficam se envolvendo. Eu ainda acho que é uma grande história e um personagem divertido. É um cara tão estranho, mas que tem muita coragem e estômago. Então espero que seja filmado.

SnitchSeeker: Mais alguma coisa na fila?

Rupert: Estou de olho em mais algumas coisas. Mas às vezes é o caso de se esperar pela coisa certa, na verdade. Eu não estou com pressa para fazer tudo ao mesmo tempo. Só escolho alguns papéis e vou com o fluxo e aproveito isso.

SnitchSeeker: Nós estamos ansiosos por todos esses papéis que você está prestes a interpretar.

Rupert: Legal, que ótimo.

SnitchSeeker: Posso inserir uma pergunta sobre Harry Potter por um segundo?
Rupert: Sim.

SnitchSeeker: Eu tenho certeza que você ouviu sobre todos os parques temáticos extras que vão abrir. Vai ter um novo em Los Angeles e um no Japão. O que você pensa sobre isso?

Rupert: Espera aí, eles vão abrir um Mundo Mágico no Japão?

SnitchSeeker: Vai ter um no Japão e um no Universal Studios em Los Angeles.

Rupert: Que notícias ótimas. Nós sempre nos divertimos quando vamos lá. Eles fizeram um trabalho incrível, então é ótimo que outros países possam aproveitar isso. Eles estão indo muito bem, também. Nós sempre vamos lá e nos divertimos. É algo que eu sempre apoiei fortemente.

SnitchSeeker: Você sabe que eles estão expandindo aquele em Orlando? Eles estão fazendo o Beco Diagonal lá, e o Expresso de Hogwarts – isso é um rumor.

Rupert: Sim, eu ouvi sobre isso. Ótimo! Quanto mais, melhor!

SnitchSeeker: Você vai visitar todos eles?

Rupert: Sim, eu acho que vou adorar fazer isso. É um lugar divertido de se estar, me dá um gostinho dos velhos tempos.

SnitchSeeker: Uma última coisa. Saiu uma nova entrevista com a J.K. Rowling e o Steve Kloves e eles não conseguiam parar de falar bem de você. Kloves disse que você é brilhante e subestimado como ator e J.K. Rowling disse que você é um gênio como ator. O que você acha disso?

Rupert: Uau.

SnitchSeeker: Eu posso colocar o áudio agora mesmo, eu não estou inventando isso.

Rupert: Nossa, isso é maravilhoso. Eu não sei. Eu não tenho certeza se concordo com isso, mas foi muito legal. Eu sinto falta de filmar e de estar no set com todo mundo. Eu não sei se vou estar em algo como aquilo. Agora são só memórias. Estou fazendo coisas novas e aproveitando muito.

SnitchSeeker: Quanto tempo falta para terminar de filmar CBGB?

Rupert: É uma filmagem bem rápida. Eu fico aqui até o final da semana. É um elenco pesado. Tantas pessoas diferentes indo e vindo. Eu acho que vai ser um filme divertido.

SnitchSeeker: Você tem mais cenas além daquelas das apresentações no clube?

Rupert: Sim, os Dead Boys são uma parte proeminente do clube e foram bons amigos com o personagem de Alan Rickman, Hilly. Ele se torna nosso agente e muito da história é sobre como conseguimos nosso primeiro acordo de gravação e a ascensão e queda dos The Dead Boys, e eles acabaram mal. Há algumas coisas interessantes que eu curti mais do que no palco. Interpretar é a minha parte favorita. Eu sempre quis estar numa banda. Então é bem legal.

Postar um comentário