---------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------

Saiba tudo sobre WB Studio Tour – The Making of Harry Potter

A convite da Warner Brothers, o fan site brasileiro Potterish visitou o "WB Studio Tour – The Making of Harry Potter", onde o site divulgou um exclusivo é ótimo relato sobre a atração, confira o abaixo:


WB STUDIO TOUR
Relato da visita do Potterish aos estúdios

Potterish.com
23 de março de 2012
Tradução: Marina Anderi

Fui convidado para dar mais uma olhada no novíssimo Harry Potter Studio Tour na sexta, 23 de março. Visitei-o meses atrás, mas agora ele está quase completo e pronto para receber o público, que poderá fazer sua visita a partir de 31 de março – eu voltarei ao estúdio nesse dia para dar aos fãs do Potterish toda a fofoca do tapete vermelho :)
Não contarei a vocês tudo sobre o Studio Tour (para poderem aproveitar parte da magia se e quando vocês mesmos visitarem!), mas darei uma visão geral do que vocês podem esperar se forem no tour:
O passeio acontece nos estúdios da Warner Bros, onde os filmes foram filmados (obviamente). Foi bem fácil chegar aos estúdios vindo do centro de Londres. Nós pegamos o trem em Euston (que é bem perto da estação King’s Cross, então você pode ir lá antes ou depois de visitar os estúdios). Nós chegamos em Milton Keynes em cerca de 20 minutos, e havia um ônibus de dois andares dedicado a Harry Potter Studios Tour que sai a cada 30 minutos (aproximadamente), que nos levou direto aos estúdios – um bilhete de regresso custa apenas £2.
A primeira coisa que vimos foram dois famosos estúdios: Estúdio J e Estúdio K.
O tour começa no Estúdio J. Foi-nos dado um horário específico para o começo de nosso passeio; nós estávamos um pouco atrasados, e isso não importava, mas quando o tour inaugurar para o público você terá de ter certeza de que não está atrasado – parece que eles serão bastante rigorosos quanto a isso!
A primeira coisa que você verá enquanto espera a excursão começar será o armário debaixo das escadas em que Harry passou grande parte de sua vida pré-Hogwarts. O tour começa oficialmente com um breve lembrete de como J.K. Rowling teve a ideia para Harry e todo o mundo dele, e como ela conseguiu sua grande chance. Nós então entramos em um cinema privado para um pequeno (e ligeiramente embaraçoso) filme apresentado por Daniel, Emma e Rupert. No pequeno filme eles dão um sabor de quantas pessoas estavam envolvidas na realização dos filmes, e como foi para eles basicamente crescer nesses estúdios cercados por todo o maravilhoso elenco e enorme equipe – é bem interessante, mas só está levando para a melhor parte.
A melhor parte vem em seguida – após um pouco de mágica (não vou entregar o jogo) você entra no verdadeiro Salão Principal de Hogwarts. É fenomenal – parece um lugar de verdade de um verdadeiro velho castelo, direto até o chão de laje real e as gárgulas na parede, cada uma representando uma das quatro casas. As mesas de jantar são estabelecidas com pratos, cálices, facas e garfos. Abaixo das gárgulas na parede há várias exibições dos uniformes usados em diferentes estágios/filmes – incluindo o primeiríssimo uniforme de Hogwarts de Harry (Daniel). Você notará todos os tipos de detalhes que pode não ter notado antes, não importa quantas vezes tenha visto os filmes; por exemplo, os murais pintados nas paredes de cada extremidade do Salão Principal, que foram envelhecidas para parecer ter centenas ou milhares de anos. Na parte da frente do salão há modelos em tamanho real das melhores personagens (Dumbledore, Snape, Professora McGonagall, Hagrid etc).
Do Salão Principal, você andará por um grande cômodo onde dá para ver como toda a mágica foi feita. Há muita coisa para fazer uma lista, mas você verá vários sets, como o escritório de Dumbledore, a casa dos Weasley (completa com ferro de passar roupa e agulhas de tricô se movendo magicamente, e cenouras cortando-se), as lareiras e a estrutura maciça do Ministério da Magia, o dormitório de Harry e Rony, a sala comunal da Grifinória, a cabana de Hagrid, o escritório de Dolores Umbridge etc. Há centenas de adereços também – a Pedra Filosofal, a espada de Gryffindor, o diário de Tom Riddle, moedas do Banco Gringotes, truques e doces da loja dos gêmeos Weasley, as varinhas de todo mundo, vestes, jóias, armadura, esqueletos etc etc. Pense qualquer coisa de HP – está lá! O nível de detalhes é maravilhoso e esse tour realmente te ajuda a apreciar quanto pensamento e trabalho foram investidos em absolutamente tudo. É tão maravilhoso estar tão perto de tudo e imerso nesse mundo. Nós passamos muito tempo olhando ao redor – eu poderia facilmente ficar uma ou duas horas aqui. Enquanto você estiver lá, poderá assistir alguns pequenos vídeos sobre como alguns dos efeitos especiais foram criados. Por exemplo, você pode ver como eles filmaram os jogos de quadribol – ver como eles fizeram as personagens em CGI (imagens em computação gráfica, como integraram as personagens de verdade nas cenas, como as vassouras se moviam tão realisticamente etc. No caminho, você consegue até ter uma chance de pilotar uma vassoura, usando um uniforme da Grifinória, voando por várias cenas de Londres do filme – você pode pegar fotos de si mesmo pilotando a vassoura; £12 por uma, £15 por duas etc, o que é um pouco caro, mas você definitivamente vai querer uma!
Após você ter olhado o Estúdio J, você vai para o exterior para tomar um café ou uma Coca ou até uma cerveja amanteigada! Enquanto você aproveita sua (doce, porém muito enjoativa) cerveja amanteigada, você pode tirar foto com algumas coisas aleatórias e legais, que estão todas fora dos estúdios (então é melhor você rezarem para estar ensolarado): o verdadeiro Nôitibus Andante, a moto de Hagrid com sidecar, o pequeno carro dos Weasley (você pode tirar suas fotos sentado nele), e (aleatoriamente) a ponte de Hogwarts. Eles também estavam quase terminando de reconstruir a verdadeira casa da Rua dos Alfeneiros e Godric’s Hollow. O túmulo de Tom Riddle estava lá também, assim como os modelos em tamanho real das peças de xadrez bruxo de Pedra Filosofal, que eram inesperadas e realmente impressionantes.
Em seguida você começaria a segunda parte do tour – Estúdio K. No geral, eu achei esse estúdio um pouco menos interessante que o anterior, mas ainda há muitas coisas interessantes para se ver nele. Há vários desenhos conceituais de várias cenas e adereços e personagens do filme. Você também tem a oportunidade de andar pelo Beco Diagonal e olhar várias lojas por suas janelas, incluindo as Gemialidades Weasley, Olivaras, Artigos de Qualidade para Quadribol, Florean Fortescue etc.
Nesse estúdio, há também uma seção inteira dedicada a animatrônicos e máscaras de personagens. Você será guiado nessa parte por Warwick Davis, e terão a oportunidade de ver Comensais da Morte voando, Aragogue, a máscara de látex dos duendes de Gringotes, etc, e um grande hipogrifo. Você então vai para um grande cômodo com um enorme e muito, muito impressionante modelo de Hogwarts que está iluminado e com alguma música emocionante. É muito especial e uma coisa que você não esquecerá. Depois disso, você chega ao final do passeio e anda por um pequeno lugar que tem centenas de caixas de varinhas escritas a mão – uma para cada pessoa que teve algo a ver com a realização dos filmes através dos anos, incluindo todos os atores e a equipe. O tour termina com a loja de presentes (a única loja oficial de Harry Potter no Reino Unido, acho), onde você pode gastar qualquer quantidade de dinheiro em vários itens relacionados a HP: varinhas, vestes, moedas, modelos, chaveiros, canecas, bonés, doces, lacres de cera etc. Você pode comprar algo para comer na lanchonete antes de entrarem no ônibus de dois andares de volta à Milton Keynes, enquanto dá uma olhada nas centenas e centenas de fotos que tirou e atualiza seu Facebook…
No total, eu diria que qualquer verdadeiro fã de Harry Potter AMARÁ o Studio Tour. Se você está em Londes, é um “deve visitar”. Só tenha certeza de que sua câmera está totalmente carregada e com muito espaço de memória, porque você VAI tirar centenas e centenas de fotos! E então, tudo o que você vai querer fazer será ver os filmes e ler os livros tudo de novo.
WB STUDIO TOUR
Relato da visita do Potterish aos estúdios

Potterish.com
23 de março de 2012
Tradução: Marina Anderi
The Making of Harry Potter é uma experiência interessante, porque é parte museu (não obstante à réplicas de personagens fictícios e coisas) e parte uma caminhada pela memória (para lugares e com amigos que me são familiares após 8 filmes). É também muito agradável.
A realização de quanta “mágica cinematográfica” aconteceu na octologia é um pequeno preço a se pagar para descobrir a profundidade de detalhes e pensamentos que foram postos no processo inteiro de levar os queridos livros às telas. Há quadros antiquados no Salão Principal, tapeçarias parede à parede na sala comunal da Grifinória, nomes pintados à mão em cada caixa de varinha de Olivaras… e eu poderia continuar. A riqueza de detalhes é simplesmente espantosa e vê-la de perto é até demais para aguentar.
Se os rápidos cortes de David Yates te deixaram querendo mais do que um relance da cabana de Hagrid ou mais tempo para observar os milhares de ingredientes na sala de Poções, então você apreciará cada minuto do passeio. Você tem a chance de entrar no escritório de Dumbledore e na cozinha d’A Toca, de maravilhar-se em várias partes do Ministério da Magia, e até de voar numa vassoura por Londres. Se você é mais interessado em saltar no Nôitibus Andante ou tomar um gole de cerveja amanteigada (um pouco caro para mim) você vai amar a parte exterior, onde a Rua dos Alfeneiros é apenas passos longe de uma destruída Godric’s Hollow. E, além disso, você pode interagir com uma mandrágora, chegar bem perto de um inferi e (eu sei que você esteve esperando por isso) andar pelo Beco Diagonal. Tudo isso e ainda sobram vários segredos para você explorar.
Embora haja muito para você ver durante a visita, a falta de coisas que são portáteis me deixou querendo mais. Para ser exato, multidões de potterianos destruiriam sem dúvida os sets e acessórios em questão de minutes se estivessem livres para surtar, mas havia com certeza um sentimento de “você pode olhar, mas não tocar”. Onde foi possível, a Warner Brothers fez algumas partes interativas. Você pode voar em uma vassoura, entrar no Ford Anglia e subir a bordo da moto de Hagrid. Mas os sets em si são isolados e a maioria dos adereços está atrás de um vidro. Eu, por exemplo, teria saboreado uma foto minha caindo de uma lareira do Ministério ou sentando em um banquete no Salão Principal.
Eu não acho que nenhum fã de Harry Potter precise de meu incentivo para viajar para Willesden Junction e fazer um tour pelos estúdios em que os filmes foram filmados. Mas eu posso de qualquer forma dizer que é uma viagem que vale à pena e que você não se arrependerá. O passeio não é totalmente sem defeitos, e sem dúvida te deixará querendo mais, mas essa insaciabilidade é parte do que faz Harry Potter o fenômeno que é.

Veja várias fotos desse espetáculo, clicando aqui. 

Os relatos publicado acima são de auditoria do Potterish, todos direitos reservados.

Postar um comentário