---------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------

"Eu devo tudo a Harry Potter", afirma Daniel Radcliffe

Daniel Radcliffe foi levado ao estrelato no papel do jovem bruxo Harry Potter, nas adaptações para cinema da famosa série de livros infantis de J. K. Rowling, e embora o ator tenha sido escalado para várias outras produções, ele não esqueceu de suas origens.

Ele disse a Telegraph Magazine do jornal Daily Telegraph: ''Eu devo tudo a Potter, mas interpretar o mesmo personagem por tanto tempo lhe dá uma energia reprimida e desejo de tentar o máximo de coisas possíveis. Os filmes que eu fiz no passado e A Young Doctor tem sido um grande salto para mim. E acho que estou ficando melhor e descobrindo no que eu sou bom ou não.''

O astro gostaria de levar seus fãs de Harry Potter para outras áreas, mas insiste que seu objetivo principal é melhor a si mesmo como ator.

''Em primeiro lugar, eu estou tentando testar e desafiar a mim mesmo e melhorar, porque isso é que o mais me motiva'', disse ele.

E falando em Daniel Radcliffe, ele se considera ''surpreendentemente um bom rapper''.

O ator, que é fã de karaokê e adora cantar músicas de suas bandas favoritas, Eminem e Queen, disse: ''sou surpreendentemente um bom rapper... e humilde demais (risos). Eu fiz [Queen] ] Don't Stop Me Now no karaokê uma vez e todo mundo gostou''.

Enquanto a carreira de cantor não decola, o ator espera em alguma época da sua vida assumir a cadeira de diretor. ''Eu definitivamente quero dirigir, pois eu adoro cinema - estar envolvido com toda a parte de tomar uma decisão criativa''.

No entanto, a ex- estrela de Harry Potter não é tão forte no papel de produtor, acrescentando: ''posso quase garantir que eu não quero ser um produtor. Não vale a pena a trabalheira''.

Quando perguntado sobre como ele se vê nos filmes, o astro disse à revista Shortlist: ''eu nunca vou ficar feliz. Há momentos em que você olha e diz: 'Ah, isso parece muito legal'. Outra vezes não'', finalizou.

O ator gosta tanto do cinema que nem se preocupa, por exemplo, em ficar nu para determinadas cenas ou, então, fazer sexo homossexual.

Em seu novo filme, Kill Your Darlings, Daniel aparece transando em várias cenas com outro homem, mas insiste que sempre esteve mais preocupado em mostrar um novo lado de seu talento ao invés de descrever o sexo homossexual na cena.

Daniel - que já havia ficado nu na peça Equus - disse: ''não estava nervoso pela coisa gay, estava nervoso pelo filme, porque queria fazer um bom trabalho e mostrar mais do que eu sou capaz''.

''É definitivamente mais fácil no filme do que é no teatro. Não sou tão preocupado com a coisa da nudez. Se você aceita o trabalho, você aceita o que lê no roteiro. Você não pode chegar lá no set e, de repente, se desesperar e dizer: 'não posso fazer isso'''.

O ator admite que se sente à vontade para mostrar o corpo, particularmente porque tem frequentado a academia assiduamente. ''Estou satisfeito com meu corpo, quanto mais velho eu fico, na verdade. Quando fiz Kill Your Darling, eu era só pele e osso. Estou muito mais forte agora'', falou à revista Attitude.

''Fiz o filme Horns no ano passado e o diretor me pediu para entrar na academia. Entrei, e agora sou um praticante obsessivo''.

O astro, que vive o poeta Allen Ginsberg na biografia dramática, revelou que não teve que se preparar tanto para o papel, já que parte do trabalho ''já estava pronto''.

Em uma entrevista na pré-estreia durante o Festival de Cinema de Londres, ele disse: ''tive dois meses, acho, para me preparar para o papel. Então usei todo o tempo, mas nunca tinha feito uma pessoa real antes, uma figura histórica''.

''Então, em vários sentidos, foi uma bênção, porque muito do trabalho já está feito para você. Você só tem que voltar e ler isso''.

Texto retirado do site Terra

Postar um comentário